terça-feira, março 09, 2010

O hitlerzinho de valladolid



Mais uma história do clã O'bush: Acusar a Venezuela; Chávez, de apoiar a Eta no seu relacionamento com as Farc, promovendo o "terrorismo" na Colômbia e assim no feudo do manso de franco.

De novo, a velha estratégia de preparação da opinião pública para acometer contra um país livre, a Venezuela, uma era de repressão já conhecida pelo mundo fora, sobretudo em Cuba. Sob o pretexto de que "Chávez é o Bin Laden da América do Sul", sem que de tal sustentem a mais mínima prova (e mesmo que ninguém saiba ainda - digo eu - o papel e o fundamento que tal figura, membro da familia que detém grande parte da economia yanquee, se reserva), polarizando neste a razão de qualquer movimento discordante com o pensamento único que o imperialismo pretende impor, os porcos mafiosos do governo norte americano preparam-se a assim para reprimir uma vez mais a liberdade de muitos milhões de seres humanos.

Torna-se cada vez mais difícil entender como um punhado de cães consegue manter no cercado tanta liberdade.



P.D.- Curiosamente, cada vez que menciono o conquistador de "Perejil", recordo o atentado de Atocha...

2 comentários:

Jorge disse...

Completamente de acordo quanto aos cães fascistas norte-americanos. Chavez é uma espinha cravada nas suas gargantas, pois denuncia e enfrenta a besta assassina americana.

Abraço!

CRN disse...

Jorge,

Veremos desenvolvimentos.


Um abraço!