terça-feira, julho 19, 2011

?

"O presidente do Banco Central Europeu (BCE) pediu hoje aos líderes dos países da zona euro que não façam declarações contraditórias e para que apresentem uma posição única, dias antes da cimeira extraordinária dos países da moeda única.



"Há uma necessidade absoluta de melhorar a disciplina verbal", disse Jean-Claude Trichet e entrevista ao Financial Times alemão, cuja transcrição o BCE hoje divulgou.



Admitindo a complexidade de ter 17 países a tentar coordenar uma resposta à crise, Trichet destacou que "os governos precisam de falar a uma só voz em temas tão sensíveis e complexos como a crise" e reforçou que "falar a uma só voz neste período de crise é essencial".



O presidente do BCE defendeu também a atuação do governo alemão no atual período de crise, refutando acusações de que a Alemanha, a maior economia da zona euro, não agiu com a rapidez necessária para debelar a atual crise de dívida soberana e ajudou mesmo a piorar a situação.



"De maneira nenhuma, e acho mesmo que um discussão dessas está completamente fora de sítio na situação atual", considerou.



No domingo, a chanceler alemã Angela Merkel condicionou a sua participação na cimeira da zona euro à possibilidade de serem alcançados resultados concretos.



O presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy, anunciou a cimeira para quinta-feira, para chegar a acordo quanto a um novo pacote de resgate à Grécia."

3 comentários:

Fernando Samuel disse...

Todos a ladrar para o mesmo lado é que é...

Um abraço.

joão l.henrique disse...

São todos ramos da mesma árvore.


Um abraço.

CRN disse...

Fernando,

Para o lado de Berlim.

Um abraço


João,

É importante evitar que nos sequem.

Um abraço.