terça-feira, setembro 29, 2009

Marxismo/Leninismo

"A sociedade capitalista, considerada nas suas mais favoráveis condições de desenvolvimento, oferece-nos hoje uma democracia mais ou menos completa na República democrática. Contudo, essa democracia é sempre comprimida no quadro estreito da exploração capitalista, no fundo ela não passa da democracia de uma minoria, das classes possuidoras, dos ricos. A liberdade na sociedade capitalista continua a ser o que foi nas Repúblicas da Grécia antiga: uma liberdade de senhores fundada na escravidão. Os escravos assalariados de hoje, como consequência da exploração capitalista, vivem de tal forma alienados pelas necessidades e pela miséria, que nem tempo têm para se ocupar de "democracia" ou de "política". No curso normal e pacífico das coisas, a maioria da população encontra-se afastada da vida política e das questões que a influenciam."

A revolução é hoje!

2 comentários:

Membro do Povo disse...

"Democracia" é facilmente confundível com "liberdade de expressão"; e o que o capital faz é precisamente indicar a "Democracia" como sendo apenas "liberdade de expressão" ("um" dos direitos fundamentais da Democracia), assim tem-se uma Democracia em que é permitido contestar, mas é ilícito agir contra o sistema.
Assim é o sistema que se esqueceu que a saúde, educação, habitação, aquisição de bens essenciais, saneamento, emprego, segurança... são também direitos fundamentais democráticos.
Unidos venceremos!

CRN disse...

Democracia deve ser também não vetar o povo de analisar todo o espectro ideológico político.

Mais que a manipulação da informação, importante é proporcionar uma formação académica tão plural que Soeiro, Lenine, Marx, Álvaro Cunhal, e tantos outros, façam parte do conteúdo programático lectivo.