quarta-feira, setembro 02, 2009

Vamos para a Festa!

A esta hora devo estar a sobrevoar a Península, a caminho da Festa do “Avante!”. Até voltar, depois da desmontagem do pavilhão da emigração, só se publicará um artigo de forma automática e por necessidade de atender outros compromissos.
Vou unir-me aos muitos, muitos mil, que lutam dia-a-dia para transformar o sonho em vida. Mesmo sabendo que outros não puderam este ano visitar a cidade sonhada, acredito que por donde passem levarão a “Festa” no horizonte.
Não obstante, fundamental será que mantenhamos presente que, com a luta de todos, este encontro legitimará sempre o nome de um espaço livre, uma Atalaia contra a injustiça!



"Ei tu!
Aí fora ao frio
Procurando a solidão, arrefecendo, sentes-me?
Ei tu!
Ao alto, no corredor
Com os pés meio descompostos e um sorriso sem viço, sentes-me?
Ei tu!
Não os ajudes a enterrar a luz
Não te entregues sem lutar.
Ei tu!
Aí fora ensimesmado
Sentado nu ao telefone, queres ligar-me?
Ei tu!
Com o ouvido na parede
Esperando alguém a quem chamar, queres ligar-me?
Ei tu!
Queres ajudar-me a carregar a pedra?
Abre o coração, vou a caminho de casa
Mas foi uma fantasia
O muro era demasiado alto, como podes ver
Não importou o que tentou, ele não pôde liberar-se
E os vermes comeram-lhe a razão
Ei tu!
Aí fora, na estrada
Defendendo a tua vontade, podes ajudar-me?
Ei tu!
Aí fora, além do muro
Partindo garrafas no saguão, podes ajudar-me?
Ei tu!
Não me digas que não existe esperança alguma

Unidos venceremos, divididos cairemos!"



A revolução é hoje!

6 comentários:

BOGA E AXIGÃ disse...

Belo post! Dia 5 lá estaremos

Anónimo disse...

Excelente post!
Espero que tenhas "armazenado" Festa que dê para aguentares as saudades até ao próximo Setembro
Nós por cá estaremos na luta para que a revolução não seja adiada por mais tempo
Um abraço
Lagartinha de Alhos Vedros

pedras contra canhões disse...

Camarada,
não te vi na festa, mas é certo que lá estiveste pois claro. e que grande que ela foi. Espero que o encontro tenha corrido bem no pavilhão da emigração... não pude estar presente por dois motivos que certamente considerarás suficientemente importantes para justificar a falha. estive de turno até as 21.30 e depois ainda fui a correr ver se via o debate do Jerónimo com o Sócrates.
De qualquer das formas, um abraço!

CRN disse...

Boga e Axigã,

Que imensa que foi a nossa festa!


Abraço!

CRN disse...

Camarada,

A luta existe no dia-a-dia de todos nós, povo, aqui também.
Lá estaremos para o ano, na relva!

Abraço!

CRN disse...

Camarada,

Lá estivemos.
Sou consciente das responsabilidades que te outorgamos, a luta é imensa... e a festa também.

Abraço!