segunda-feira, janeiro 04, 2010

4 comentários:

Violeta disse...

Estive presente no Forte de Peniche, nas comemorações dos 50 anos da fuga do mesmo.
Grande coragem daqueles homens, sofreram, foram torturados, mas foram homens de coragem, de convicção, gente valente, moral e ideologicamente falando!
Pena termos estado poucos jovens presentes. Assim não pode ser, a união faz a força!!!

Ana Camarra disse...

Para nunca se esquecer que existiram muros a sério a conter liberdade!

CRN disse...

Violeta,

Suponho que a vontade dos Comunistas na diáspora teria sido juntar-se à homenagem, outra coisa é poder.

Um abraço!

CRN disse...

Ana,

Mas com luta se desmoronaram. Hoje, aparentemente virtuais, são de dificil identificação e, por isso, génese do progresso da luta que continua.

Um abraço!