quinta-feira, janeiro 21, 2010

Os incoerentes

"Obama perdeu a maioria." E então?

Já não haverá reforma sanitária para os americanos, nem penalizações para a máfia de Wall Street. Haverá sim, porque a industria armamentista tem agora, ainda mais reforçada que com o provável "Jimmy Carter afro-americano", a maioria no congresso (sobretudo sabendo de onde vem Brown, quem governa desde há dias o estado Massachussets).

Depois de mais uma invasão, aproveitando a desgraça do povo do Haiti, das recomendações dos organismos de carácter imperialista para a redução salarial, incremento da jornada de trabalho e aumento de impostos para os países do eixo, aspectos que nos indicam que isto vai piorar, enquanto Portugueses somos confrontados com mais uma decisão do governo Português, que, através do instituto Camões, revela a sua aposta por acabar com o ensino da nossa lingua nas comunidades lusófonas na diáspora.

Ao mesmo tempo, no "Avante!", podemos encontrar a pertinente homenagem a um lutador pela liberdade, pela justiça e, fundamentalmente, pela vida, o nosso Camarada José Moreira.

Assim, assumindo a vergonhosa realidade que atravessa a nossa sociedade e conhecendo o exemplo que nos deixou esse Herói Comunista, surge uma questão para a qual experimento certa dificuldade em encontrar resposta: Afirmam os Portugueses, inconformados, que consideram arriscado potenciar, reforçar ou enaltecer o papel do PCP, da CDU, em qualquer momento da sua actividade diária, nas conversas de café, no trabalho, nos transportes, etc. Porquê?

2 comentários:

Jorge disse...

Também não percebo !!!!

Abraço!

CRN disse...

Teremos que continuar a investigar.

Abraço.