domingo, janeiro 02, 2011

Os Estados Unidos (EUA) querem ter acesso a bases de dados biométricas e biográficas dos portugueses que constam no Arquivo de Identificação Civil e Criminal. O FBI, com a justificação da luta contra o terrorismo, quer também aceder à ainda limitada base de dados de ADN de Portugal. O acordo com o Governo português está feito e só falta ser ratificado na Assembleia da República. No entanto, este mês vai sair um parecer da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) que alerta para os problemas que constam no texto do acordo bilateral

2 comentários:

Fernando Samuel disse...

Também «encalhei» nesta notícia: coincidências...

Um abraço.

CRN disse...

Fernando,

Afinal, somos "conscientes" de integrar a mesma base de dados.

Um abraço