segunda-feira, agosto 11, 2008

Nova ordem mundial!

Ocupando um lugar destinado ao seu irmão, conhecido por sobreviver ao ataque de uma embarcação Japonesa à lancha torpedeira da qual era guarnição, em mais uma guerra promovida pelos vermes, sempre com o apoio dos católicos, dos Irlandeses e das minorias que pescava com o seu populismo democrático, sendo Obama um dos seus descendentes politicos, não havendo sido, por tal, ao contrário do que dizia Nixon, que provavelmente o necessitava durante dois anos como bôbo da corte para não queimar a sua própria imagem, nunca um comunista, nem proximo sequer do socialismo, correndo a mesma sorte que Allende e apoiando a India de Nehru, aproveitando o impacto em Portugal e a debilidade do governo Português de então, abrindo caminhos para Africa como novo colonizador, ou a possibilidade de afirmação da hegemonia norte americana no médio oriente, ao mesmo tempo que os estados unidos, numa das muitas acções da CIA, invadiam "Playa Girón", Kennedy, tornou-se alvo do capitalismo que defendia quando denunciou, já depois de "Yalta" e do levantar do muro de Berlim, provavelmente sem se dar conta de que era um mero espantalho, o ainda pueril "Projecto Matriz", obrigando, pouco depois, a que a CIA, em mais uma das suas, o assassinasse.
A denuncia, à qual me refiro, fecha o capitulo dedicado à minha auto-consciencialização sobre a "nova ordem mundial", recordando para tal outros artigos publicados anteriormente e fazendo assim o "sumário" desta questão.
Com base nos quatro seguintes videos, o primeiro com o Kennedy assinando a sua senteça, num discurso traduzido, o segundo com um resume dos meios de control como o Echelon ou o Haarp, o terceiro com o anuncio de Gordon Brown sobre a nova ordem mundial, falando para a tipica e despótica plateia inglesa, e o quarto com a relação de simbolos e membros, conhecidos, do club de bilderberg, faço um risco na areia, risco que penso ser a linha que separa a inquietação da paranóia.









A revolução é hoje e só a podemos fazer todos juntos!

11 comentários:

CRN disse...

A todos,
Depois da publicação deste post, com intenção de corrigir o texto, tentei editar o mesmo, acontece que desde esse momento não posso publicar e tão pouco acceder ao meu correio electrónico, confirmando assim as suspeitas, compartidas com alguns camaradas, durante a manhã de hoje, quando, utilizando uma das facilidades do correio era repetidamente impedido de enviar comunicar-me.
Parece ser que tenho o usuário restringido, vamos ver se poderei continuar a expressar-me..

CRN disse...

Erro temporário (502)




Desculpe, mas sua conta do Gmail está apresentando erros no momento. Você não poderá usar sua conta enquanto esses erros estiverem ocorrendo, mas não se preocupe, os dados e as mensagens da sua conta estarão seguros. Nossos engenheiros estão trabalhando para resolver esse problema.
Dentro de alguns minutos, tente acessar a sua conta novamente.
Tente novamente Sair


©Google 2005- Página Inicial do Gmail - Política de Privacidade - Políticas do Programa - Termos de Uso - Página Inicial do Google





Push-Button Publishing
Lo sentimos, pero no hemos podido llevar a cabo tu petición.
Al notificar este error al servicio de asistencia de Blogger o al grupo de ayuda de Blogger:
• Describe lo que estabas haciendo cuando recibiste este error.
• Proporciona el siguiente código de error e información adicional.
bX-58t2bg
INFORMACIÓN ADICIONAL
blogID: 10192836
host: www.blogger.com
postID: 6680591292805627682
uri: /post-edit.do
Esta información nos ayudará a detectar tu problema específico y solucionarlo. Disculpa las molestias.
________________________________________
Página principal | Acerca de | Buzz | Ayuda | Debatir | Idioma | Desarrolladores | Artículos
Condiciones del servicio | Privacidad | Política de contenido | © 1999 – 2008 Google

Zorze disse...

Meu caro CRN, felicito-te pela excelência de selecção dos vídeos. Como diz um amigo meu «Isto é música para os meus sentidos».
Pela sua excelência, talvez vá, surrupiar um ou outro, se não te importares e com a devida menção de origem.
Todos são excelentes, o do Echelon é brilhante mas, o discurso de Kennedy é sublime.
Se servir de incentivo, digo-te, amigo continua, que eu também estou.

Abraço,
Zorze

Zorze disse...

Olha que és capaz de ter razão porque tive dificuldades anormais em comentar no teu blog. Apareceu um erro do blogger que nunca tinha visto do tipo que havia muito tráfico e para tentar mais tarde. Mas como isto da informática tem muito que se lhe diga, à sempre volta a dar.

Abraço,
Zorze

mugabe disse...

Será que não gostaram do artigo sobre o Companheiro Vasco ?? ahahahahahah...bom,..eles hão-de inventar qualquer coisa qualquer dia para calar a malta.....agora é tudo muito sofisticado !!! Abraço!

Ana Camarra disse...

CRN

O texto introdutório só me lembra outras coisas, o FMI do José Mário Branco a uma escala planetária…
E não, não é nenhuma teoria de conspiração.

Pois esse discurso do Kennedy deve ter contribuído fortemente para o balázio na tola.
A máquina dos Serviços Secretos é uma máquina brutal e insana.
A dedicação dos cidadãos quando totalmente informados….
INFORMAR, REFLECTIR, MOLDAR….
Guardiões das consciências…


2º vídeo
Medonho, assustador, brutal.
Filme de ficção?!
O macaco amestrado do Bush em todo o seu esplendor…
Sim, porque é um macaco amestrado

3º Vídeo
Esclarecedor
A globalização que podia servir intentos tão humanos como matar a fome usada para o caminho oposto…

4º Vídeo
Símbolos que amarram e controlam, sempre foram usados assim.
Conheces a Quinta da Regaleira?
Já leste sobre a simbologia da Reconstrução de Lisboa por Sebastião José de Carvalho e Melo?
A simbologia da reconstrução de Roma de Trajano?
O encaixe da liturgia católica com as lendas Arturianas?
Fascinante, encaixa como um puzzle.
Lista impressionante de Portugueses no Bildeberg, já conhecia, por acaso.

Olha o que me ocorre no final é uma coisa simples, apesar de tudo isto não está assim tão seguro, A Revolução é Hoje!
E é reconfortante tanta gente, apesar de tudo a descodificar tudo isto.

Deixo um poema, sei que gostas, parece-me que se ajusta.

Poeta Castrado, Não!

Serei tudo o que disserem
por inveja ou negação:
cabeçudo dromedário
fogueira de exibição
teorema corolário
poema de mão em mão
lãzudo publicitário
malabarista cabrão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!

Os que entendem como eu
as linhas com que me escrevo
reconhecem o que é meu
em tudo quanto lhes devo:
ternura como já disse
sempre que faço um poema;
saudade que se partisse
me alagaria de pena;
e também uma alegria
uma coragem serena
em renegar a poesia
quando ela nos envenena.

Os que entendem como eu
a força que tem um verso
reconhecem o que é seu
quando lhes mostro o reverso:

Da fome já não se fala
--- é tão vulgar que nos cansa ---
mas que dizer de uma bala
num esqueleto de criança?

Do frio não reza a história
--- a morte é branda e letal ---
mas que dizer da memória
de uma bomba de napalm?

E o resto que pode ser
o poema dia a dia?
--- Um bisturi a crescer
nas coxas de uma judia;
um filho que vai nascer
parido por asfixia?!
--- Ah não me venham dizer
que é fonética a poesia!

Serei tudo o que disserem
por temor ou negação:
Demagogo mau profeta
falso médico ladrão
prostituta proxeneta
espoleta televisão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!

José Carlos Ary dos Santos

Quanto aos erros e falhas, experimento o mesmo, estranho?
Talvez não.

Abreijos

CRN disse...

Olá Zorze,
Acabou-se a inspecção, já cá estamos de novo.
Com relação aos videos, não "surrupias" nada, eu tambem os fui buscar, afinal isto é de todos e só te fica bem difundir estas questões, quantos mais formos mais ruido farêmos.

Cumprimentos.

A revolução é hoje!

CRN disse...

Olá Mugabe,
O problema é esse mesmo, acreditar que nos possam calar.

Cumprimentos.

A revolução é hoje!

CRN disse...

Olá Ana,
Ary dos Santos, um grande português, escreveu outras coisas, sem desvirtuar a opção, tais como:

Desbaratamos deuses, procurando
Um que nos satisfaça ou justifique.
Desbaratamos esperança, imaginando
Uma causa maior que nos explique.

Pensando nos secamos e perdemos
Esta força selvagem e secreta,
Esta semente agreste que trazemos
E gera heróis e homens e poetas.

Pois Deuses somos nós. Deuses do fogo
Malhando-nos a carne, até que em brasa
Nossos sexos furiosos se confundam,

Nossos corpos pensantes se entrelacem
E sangue, raiva, desespero ou asa,
Os filhos que tivermos forem nossos.


Cumprimentos.

A revolução é hoje!

Marreta disse...

Caro CRN,

temo que a revolução não seja hoje.
De facto, para tal seria necessária a organização, o metodo e o rigor que o adversário utliza.
Para o sucesso de tal desígnio seria necessário uma subversão completa do sistema e a utilização das mesmas armas que por eles são utilizadas, mas tal desiderato requer muito trabalho de bastidores que é extremamente difícil de realizar sem o empenho e a "discrição" exigidos.
Saudações do Marreta.

CRN disse...

Olá Marreta,
Estou de acordo contigo, sem metodo, politica, estratégia, estructura ou objectivos e sobretudo, sem solidariedade, a revolução é quase utópica, mas, como sabes, eu não acredito na utopia, penso que a mesma não passa de imobilismo insolidário ou indiferença.
A revolução é hoje, ainda que se limite ao meu mundo interior, a revolução é hoje, no interior de cada um de nós, depois o levantamento, a transformação, o alcançar o ideal da humanidade, será possivel.

Cumprimentos.